Invista em conhecimento!

PostsFacebooDiogo_Semana1_01-2017_01-07

“Investir em conhecimento rende sempre os melhores juros”, Benjamin Franklin. Se você quer aprender como ficar rico, invista em você. É como em um jogo, você se sai bem se souber as regras, e na vida financeira não é diferente. Quanto mais conhecimento você tem, maiores serão suas oportunidades e também sua capacidade de aproveitá-las.

Sim, o primeiro grande passo para você ficar rico é pensar como os ricos (clique aqui). A maioria das pessoas acaba não rompendo nas finanças, estagnados na pobreza ou na classe média por causa de falta de informação ou más ideias em relação ao dinheiro. Ter conhecimento é essencial para preparar você para tomar as decisões corretas em relação ao dinheiro e atingir o equilíbrio financeiro para conquistar seus objetivos. É o que eu sempre digo, quando você aprende a investir, você coloca seu dinheiro para trabalhar para você.

Por onde começar? Uma boa dica é entrar nos sites de instituições como BM&FBOVESPA, CVM (Comissão de Valores Mobiliários) e ANBIMA (Associação das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais). Essas instituições possuem sessões específicas e didáticas voltadas principalmente para quem está começando a investir. Uma consultoria financeira também é uma boa forma de começar a entender melhor sobre tomadas de decisões.

Existem cursos, alguns até mesmo gratuitos de nível básico ao avançado, e em muitos casos, cursos online, o que facilita muito pra quem não tem tanto tempo disponível. Comece a ler livros sobre o assunto (eu posso indicar alguns específicos para quem quiser).

E antes de começar a praticar, existem simuladores disponíveis gratuitamente na internet onde você pode treinar e entender como funciona a venda de ações, o dia a dia da Bolsa de Valores. É uma forma de você ir colocando em prática o conhecimento que você está adquirindo.

Não é da noite para o dia que você será um especialista em finanças. Isso leva tempo. Talvez você nem queira esse “título”, mas o importante é entender que todo mundo precisa de um mínimo de conhecimento nessa área, independente se você é bom ou não em matemática.  Conhecimento nunca é demais e não vai te fazer mal algum, pelo contrário.

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.