Participação nos lucros: não comprometa dinheiro ganho como bônus!

Uma ou duas vezes ao ano (em alguns casos pode ser até mais), algumas empresas costumam pagar aos seus funcionários a famosa PLR – Participação nos lucros e resultados. Isso funciona como um bônus, como algo a mais. Trata-se de pagamento de natureza não salarial que é ofertado pelo empregador e negociado com uma comissão de trabalhadores da empresa de acordo com o resultado (LUCRO) da empresa que este trabalha.
Porém, em virtude da crise financeira que vivemos em nosso país, o resultado de muitas empresas não estãosendo mais positivos e por isso, esse benefício acabou sendo cortado delas.O que acontece é: muitos funcionários, acostumados a receber esse dinheiro “extra”, acabam assumindo compromissos e contando com ele. E o dinheiro não veio (e a tendência é que não venha pros próximos 2 anos, dependendo de cada segmento e do que acontecer na nossa política). E agora?
Você precisa ter a consciência de que dinheiro extra é para gastos extras. Não se pode fazer uma dívida contando com um bônus que não seja cem por cento seguro de receber. Tome cuidado! Fique atento! Controle suas despesas mensais de acordo com sua remuneração fixa (quem não recebe um salário fixo, por exemplo, no caso dos corretores que cada mês recebe um valor, sugiro se planejar gastar a média dos seus últimos 3 “salários). Não conte com um dinheiro vindo de benefícios. Esse dinheiro pode e deve ser usado para quitar alguma dívida pendente, e caso você não tenha nenhuma, use para comprar algo que você já estava se planejando, para um passeio diferente e por que não, investir?#ficaadica #cuidedasuagrana #finançaspessoais #diogoesuagrana from Instagram: http://ift.tt/1RMeNXs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.