Fui demitido. E agora?

A cada dia, o número de desemprego aumenta no Brasil. Essa triste realidade tem batido a porta de muitas pessoas que nunca nem se imaginaram nessa situação. Pessoas com 10, 20 ou até mais anos de empresa têm sido “liberadas” por causa da crise. E, se planejar é fundamental quando se tem uma renda fixa, desempregado então é mais do que essencial.

Dependendo do seu tempo de contribuição no emprego, pode ser que o valor que você receba na rescisão do contrato seja bem alto. É preciso muito cuidado para não achar que “ficou rico” e acabar mal. Bem da verdade é que a maioria não tem conseguido emprego nem mesmo depois dos cinco meses recebendo o Seguro-Desemprego, “mal”, pago pelo Governo. Sendo assim, é preciso entender que por mais que pareça “muito dinheiro”, ele precisa ser bem administrado. – O primeiro passo é conversar com sua família. Quem perdeu o emprego precisa muito de apoio familiar. Todos em sua casa precisam estar cientes da situação para que enfrentem esse momento juntos. – Faça um diagnóstico da sua situação financeira (use minha planilha, disponível gratuitamente aqui no site, para te ajudar a organizar essas informações). Saiba qual será sua entrada mensal daqui pra frente e quais são suas despesas mensais. – Antecipe o pagamento de todas as dívidas – se possível, tente quitar financiamentos como casa, carro, por exemplo. Pague contas em atraso e futuras, como faturas do cartão de crédito. Peça descontos, negocie as dívidas e tente liquida-las. – Reveja planos de assinatura de TV e internet, de telefone. Reduza os pequenos gastos – trocar o carro por transporte público algumas vezes na semana pode ser uma boa opção. Opte por programas gratuitos. É possível ter uma vida de qualidade com menos gastos. – Separe uma reserva que ajude-o a manter seu orçamento pelo menos nos próximos seis meses. – Caso sobre algum valor, aplique-o onde seja fácil de resgatar caso você necessite usar o dinheiro (não deixe parado na conta corrente sem a oportunidade de receber os juros de uma aplicação). E faça resgates parciais de acordo com sua necessidade.

Espero que em breve a situação do nosso país melhore para todos. Fique firme!

Pra quem continua empregado, o ideal é que você faça uma reserva de 6 meses de salário, caso você tenha até 35/40 anos e 12 meses de salário, caso você tenha mais de 40. Vai por mim, poupar agora, é seu melhor investimento. ‪#‎xocrise‬

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.