Infidelidade financeira: não esconda suas dívidas do seu parceiro (a)

img_1263

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de divórcios no Brasil cresceu mais de 160% na última década. Em 2014, dados do Registro Civil registraram 341,1 mil divórcios homologados. Especialistas apontam a questão financeira entre as cinco (5) principais causas para a separação, outro motivo apontado é a desconfiança.

E se as duas principais causas estiverem juntas? Desconfiança financeira pode ser fatal para um casamento. Às vezes a questão não é nem o dinheiro em si, e sim a falta de confiança no parceiro (a). Quando você descobre que o outro escondeu uma dívida, o problema nem sempre é o valor e sim o fato disso ter sido escondido.  Aí vem aquele sentimento: o que mais ele (a) estaria escondendo de mim?

Sendo assim, não esconda nenhuma comprinha, por menor que ela seja. Seja parceiro do seu marido ou da sua esposa em todas as áreas da vida. Compartilhe contas, ganhos, gastos. Seja transparente! Não pense em gastar mais do que o “combinado”, esse é o começo para esconder coisas ainda maiores. O dinheiro pode ser um “objeto” que te faça perder o respeito e a credibilidade.  Se você tem alguma dívida ou algo que seu parceiro (a) ainda não saiba, sente com essa pessoa e compartilhe a real situação. Certamente os dois vão pensar melhor uma estratégia para solucionar o problema e enfrentar a situação. Ai você pensa: “mas se eu contar a verdade agora, o que ele (a) vai pensar de mim?”, se você chegar com humildade, arrependimento e disposição a não repetir o erro, certamente será compreendido e aos poucos vai retomar sua confiança. Não deixe que suas finanças seja comparada à uma traição. Não vale a pena! O quanto antes você falar com ele (a), melhor será e isso, eu posso te garantir.

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.