Celular: cartão ou conta?

postsfaceboodiogo_semana2_10-2016_01-2

Independente das operadoras de telefonia celular e de seus planos, o que você precisa saber é como você se comporta com seu celular. Essa é a questão. Em alguns casos, os planos pós-pagos podem ser muito mais “em conta” do que os planos pré-pagos.

Antes de contratar qualquer plano, você precisa se perguntar: Quantas ligações você costuma efetuar por dia/mês? Eu converso muito com pessoas da mesma operadora ou não? SMS ilimitado é vantagem pra mim? Eu ainda uso SMS ou preciso me atentar ao pacote de dados? Uso muito aplicativos como Whatsapp? Mexo muito em minhas redes sociais usando o 3G?

Suas respostas vão servir como um norte para o que você realmente precisa. Se você colocar na ponta do lápis, nem sempre vai compensar comprar um aparelho e ficar preso a uma operadora em um plano pós-pago por, no mínimo, um ano, sendo que você não precisa desse plano. Entende? Claro que existem promoções válidas e interessantes, mas você precisa primeiro entender seu perfil e seu comportamento em relação ao uso do celular. Isso que tem que ser fator determinante e não uma promoção na operadora X. Ah essas promoções que deixam as pessoas endividadas…

Pense bem quais são as pessoas que você mantém contato e a frequência que você usa a internet. Se você tem um pacote pré-pago, mas todo mês precisa comprar internet extra, crédito extra e por aí vai, você pode estar perdendo dinheiro. Hoje em dia existe planos controle. Eles são pós-pagos, mas contam com valores fixos para evitar surpresas na hora da fatura e não demandam a recarga constante.

Resumindo, não é possível dizer qual opção é melhor porque existem variáveis que precisam ser consideradas caso a caso antes de tomar uma decisão.  O que dá para prever é que em geral, planos pré-pagos são melhores para quem usa o celular apenas para mandar mensagens e acessar a internet, enquanto os planos pós-pagos são melhores para quem precisa ligar constantemente e usam grandes pacotes de dados.

Entenda qual é o seu caso e otimize seus gastos. Por fim, lembre-se de fazer pesquisa de preço em todas as operadoras existentes e negocie sempre, e depois de 1 ano, negocie o valor do seu plano (para os clientes pós-pagos). Vale a pena tentar um desconto e se preciso, mudar de operadora.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.