CARRO PRÓPRIO OU MOTORISTA PARTICULAR ?

Você sabe qual é o peso do seu carro? Essa é a pergunta que tem sido feita frequentemente na rádio e nas mídias sociais. Antes de tudo, esse não é um post patrocinado, mas um gancho em um assunto tão importante, que já falamos por aqui e vale ser retomado.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Vamos considerar que a quilometragem rodada ao mês seja a mesma entre carro próprio e andar de Uber (ou aplicativos de transporte). Então, pra você saber qual vale mais a pena:
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
📌 Busque avaliar principalmente: quantos km você anda por dia, seus gastos com seguro, combustível, revisões, pequenos consertos (troca de pneus, alinhamento e balanceamento, lavagens) e até mesmo com multas, o que é muito individual (existe a depreciação também, que em média é de 10% ao ano). Na maioria dos casos, é melhor andar de motorista, isso só falando do benefício financeiro. Mas é claro que se você for considerar qualidade de vida e que nem todos os meses você gasta com revisões e batidas, por exemplo, o carro próprio pode ser muito bom.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
📌 O ponto é: não adianta comprar um carro e não se planejar para mantê-lo. Ter um carro é “igual” ter um filho. Dá muito trabalho, é oneroso e às vezes, um imprevisto te pega desprevenido.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Por isso, coloque tudo num papel e entenda qual é sua real necessidade. Às vezes, você que tem mais de um carro na garagem, vai perceber que um só é o suficiente. Você que usa muito os serviços de motorista particular pode perceber que talvez seria interessante ter um carro próprio. Você precisa colocar na ponta do lápis e fazer as contas. Não existe uma resposta generalizada, existe consciência financeira e é isso que eu quero que vocês tenham.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.