Caro ou barato? Ajuste seu ponto de vista!

postsfaceboodiogo_semana1_11-2016_01-10

Acredito que a maioria das pessoas saiba que preço e valor são coisas diferentes. E existe também o valor percebido. Preço é aquilo que está na etiqueta e ponto. Se um produto está etiquetado com o preço de 5 reais, ele custa 5 reais e pronto. Agora, se o produto vale 5 reais, se esse valor é caro ou barato, aí é outra história. Afinal, o que é barato pra um, pode ser caro para outro. Ai entra a questão da percepção sobre o valor.

Essa percepção não tem necessariamente a ver com a capacidade financeira de cada pessoa, mas sim com o que ela acha ou não que tem algum valor. Por exemplo, eu acho alguns brincos de mulher (que não são joias) muito caros, mas minha mulher não acha tanto. De alguma forma, nossa percepção de valores em relação a esse produto é muito diferente.

Existem algumas coisas que não são caras pelos benefícios que oferecem, o que não significa que temos dinheiro para adquiri-las. Então, é claro que vale a pena se organizar para comprar esse produto, como um carro por exemplo. Seguindo a mesma linha de pensamento, existem carros que mesmo se eu tivesse condições não compraria por achar que não vale a pena.

Essa noção de caro ou barato vai depender da sua renda, das suas possibilidades e até mesmo da forma como você foi criado. A gente precisa encontrar um equilíbrio ao longo da vida, entender o ponto de vista do próximo (principalmente os casados) e seguir tentando alinhar nossas expectativas à realidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.